Lucien Le Moine

Lucien Le Moine

Fundado pelo casal de viticultores Mounir e Rotem Saouma, estes excecionais produtores especializam-se em criar pequenas quantidades dos melhores Grand Crus e Premier Crus da Côte d'Or. O nome casa é uma referência divertida ao início atípico de Mounir no mundo da vitivinicultura; antes de mudar-se para França, estudou e trabalhou num mosteiro Trapista no seu país natal, Líbano. Estudou depois Viticultura e Enologia na ENSAM em Montpellier e acumulou 6 anos de experiência na França e Califórnia.

Em 1999, os Saoumas compraram, num ato de coragem, a adega em Beaune e começaram a criar uma extensa rede de contactos para fornecer vinhos excecionais dos melhores vinhedos da Côte d'Or. Todos os anos, selecionam pequenas quantidades de vinhos promissores, imediatamente depois da prensagem, que o casal finaliza manualmente na sua adega. Os vinhos novos vão imediatamente para os barris para o processo de fermentação malolática, que tipicamente começa no verão do ano seguinte à colheita, devido à temperatura fria da adega da família Saouma.

O casal envelhece os seus vinhos por longos períodos de tempo sobre as borras, evitando assim a trasfega nesta fase e minimizando o uso de dióxido de enxofre. O estilo utilizado pela casa utiliza barricas francesas novas a 100% e os Saoumas trabalham de perto com Stéphane Chassin, o seu fornecedor de barricas, para o fornecimento de barricas que se adaptem perfeitamente a cada tipo de vinho, e que são feitas com madeira de alta linha da floresta de Jupilles.

Outra característica da Lucien Le Moine é que todos os seus vinhos são produzidos em pequenas quantidades, com a capacidade máxima da adega a ser atingida com 100 barricas. Não existem planos de expansão já que os Saoumas se orgulham de fazerem eles mesmos todos os passos e ter o completo controlo de tudo o que acontece na sua adega. A filosofia do casal que passa por produzir 300 a 900 garrafas por tipo de Cru, gera imensa procura para os seus melhores Grand e Premier Crus de cada colheita.

Os sortudos que conseguem obter estes vinhos são brindados com um processo de vinificação excecional, sem intervenção, e uma pureza e tipicidade incrível. As melhores garrafas da Lucien Le Moine recebem regularmente uma pontuação perfeita de 100 pontos ou elevada, a rondar os 90 pontos por parte dos melhores críticos de vinho como James Suckling e Robert Parker da Wine Advocate.

Os vinhos icónicos da Lucien Le Moine incluem o Montrachet, Echezeaux, Corton Charlemagne, Richebourg, e Bonnes Mares Grand Crus. A Lucien Le Moine não aplica contratos com produtores, preferindo selecionar os seus vinhos de acordo com a colheita. Em geral, produzem 60 a 70 vinhos Grand Cru e Premier Cru, visando criar apenas os mais “bonitos” Crus de cada colheita.

« | »
Wine Library